jusbrasil.com.br
14 de Outubro de 2019
    Adicione tópicos

    Hidrelétrica de Serra da Mesa estimula turismo em Goiás

    Ecoturismo, turismo tecnológico e pesca esportiva são as vocações da região

    Agência Sebrae de Notícias
    há 7 anos

    Goiânia A construção da Usina Hidrelétrica de Serra da Mesa, no curso do rio Tocantins, formou o maior reservatório brasileiro em volume de água, com 54,4 bilhões de m³ cobrindo uma área de 1.784km² nos municípios goianos de Minaçu, Uruaçu, Niquelândia, Colinas do Sul, Campinaçu e Campinorte.

    Além da importância socioeconômica e da contribuição para o fortalecimento do setor energético brasileiro, o lago formado pela usina se transformou em um atrativo natural, criando possibilidades para a geração de negócios, principalmente aqueles relacionados ao turismo.

    Em sintonia com o processo, o Sebrae em Goiás desenvolve, por meio de seus escritórios regionais e agências de atendimento, uma série de ações na região.

    Uma das mais representativas é o Projeto de Desenvolvimento do Turismo da Região de Serra da Mesa. Com foco na profissionalização e sustentabilidade, o projeto prevê a estruturação e formatação dos produtos turísticos, qualificação dos serviços e profissionais da cadeia produtiva, acesso a mercado, sistematização de informações, educação ambiental e fortalecimento das governanças e entidades ligadas ao trade.

    O projeto é gerido por meio do método Circuitos Turísticos, em consonância com a Política Ministerial de Regionalização do Turismo, já testado e aprovado pelo Sebrae em outros roteiros, como o Fé no Coração do Brasil, de Trindade (GO); e o Quintais de Goiás, em Goiás Velho.

    Na prática, o projeto prioriza a formatação de produtos turísticos; a qualificação para operação desses produtos; a elaboração de regras, leis, diretrizes; o posicionamento da imagem no mercado; além, é claro do aproveitando das vocações naturais da região. No caso de Serra da Mesa, as vocações identificadas pelos estudos e pesquisas foram o ecoturismo, o turismo tecnológico e a pesca esportiva.

    Sustentabilidade

    Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a pesca amadora e esportiva é praticada com a finalidade de lazer, turismo e desporto, sem fins comerciais. O Sebrae estima que a pesca esportiva movimente cerca de R$ 1 bilhão em valores que crescem, em média, 30% ao ano. Responsável por 200 mil empregos diretos e indiretos, o segmento conta com 250 mil pescadores licenciados e cerca de sete mil lojas em todo o país.

    A gerente do Escritório Centro-Norte do Sebrae, com sede em Goianésia, Sandra de Paula Rodrigues, acredita que a disseminação da pesca esportiva e a criação de mecanismos eficientes que possam manter o arranjo em funcionamento, proporcionarão um crescimento ordenado para a região. O trade turístico congrega mais de 50 segmentos, ressalta Sandra, destacando os meios de hospedagem, alimentação, transporte, guias e condutores, barqueiros, agências e o comércio em geral.

    Para o gestor Eder José de Oliveira, o Sebrae em Goiás incentiva o desenvolvimento da região do Lago da Serra da Mesa por acreditar que a sustentabilidade do turismo está incretamente ligada à preservação ambiental da região. Mas isso requer a agregação do maior número de parceiros possíveis, trabalhando em sintonia institucional, observa.

    Para disseminar o projeto, o Sebrae Goiás está realizando uma série de workshops nos municípios que compõem o circuito turístico (Minaçu, Uruaçu, Niquelândia, Colinas do Sul). Na oportunidade são apresentadas informações sobre a pesca esportiva e o projeto, além da constituição de um comitê gestor que dará sequência às ações.

    Serviço:

    Escritório Sebrae Regional Centro-Norte

    Fone: 3353-1997 / 3353-4764

    Rua 33, 453 Paço Municipal, Setor Sul Goianésia (GO)

    E-mail: eder.oliveira@sebraego.com.br

    Clique aqui para acessar a página do Sebrae sobre Aquicultura e Pesca.

    Agência Sebrae de Notícias (ASN Goiás): (62) 3250-2268

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)